terça-feira, 21 de junho de 2011

HEPATITES: É PRECISO CONHECER PARA PREVENIR !!!

   

O que é Hepatite e quais são seus tipos?

A hepatite é uma infecção no fígado, e se divide em tipos A, B, C, D, E.



Quais são as diferenças entre os tipos de hepatite A, B e C

Os tipos de hepatite A, B e C são doenças causadas por três vírus diferentes. Embora cada tipo de hepatite possa causar sintomas similares, eles têm diferentes formas de transmissão e podem afetar o fígado de maneiras diferentes. Pessoas com hepatite A geralmente melhoram sem tratamento. Já os tipos de hepatite B e C podem começar como infecção aguda, mas em algumas pessoas o vírus permanece no corpo, resultando em doenças crônica e problemas de longo prazo no fígado. Há vacina para os tipos de hepatite A e B, mas não para a hepatite C. Se uma pessoa teve um tipo de hepatite viral no passado, ainda assim é possível contrair outros tipos.


      

 


Hepatite A
 
A hepatite A é uma doença aguda do fígado causada pelo vírus HAV. Esse tipo de hepatite dura de algumas semanas até alguns meses e não resulta em infecção crônica. A transmissão da hepatite A decorre da ingestão de material fecal, mesmo em quantidade microscópica, alimentos e bebidas infectadas, e do contato próximo com pessoa infectada. A vacina para hepatite A é recomendada a todas as crianças a partir de 1 ano de idade.


      

     Hepatite B

A hepatite B é uma doença do fígado causada pelo vírus HBV. Esse tipo de hepatite varia de gravidade, indo de doença moderada, que cura em algumas semanas (aguda), até doença séria de longo prazo (crônica), que pode resultar em câncer no fígado. A transmissão da hepatite B se dá por contato com sangue, sêmen e outros fluidos corporais infectados ao ter relações sexuais com pessoa infectada, compartilhamento de agulhas e drogas injetáveis, e de mãe para bebe recém-nascido. A vacina para hepatite B é recomendada a todas as crianças, e adultos sob risco de contaminação pelo HBV.


 

 
 Hepatite C

A hepatite C é uma doença no fígado causada pelo vírus HCV. Esse tipo de hepatite algumas vezes resulta em doença aguda, porém ela geralmente é crônica e pode levar a cirrose e câncer no fígado. A transmissão se dá pelo contato com sangue de pessoa infectado, geralmente ao compartilhar agulhas e drogas infectáveis. Não existe vacina para a hepatite C.


 

     Hepatite D

A hepatite D é uma doença do fígado séria causada pelo vírus HDV e sua replicação. A forma de transmissão é a mesma da hepatite C e não há vacina.

Hepatite E

A hepatite E é uma doença do fígado séria causada pelo vírus HEV. Esse tipo de hepatite geralmente resulta em infecção aguda. A transmissão se dá através da ingestão de material fecal, mesmo em quantidades microscópicas. Os surtos de hepatite E geralmente estão associados ao fornecimento de água contaminada em lugares de condições sanitárias ruins. Não existe atualmente vacina aprovada para hepatite E.

É importante saber que .....

" Cerca de 500 milhões de pessoas em todo o mundo estão atualmente infectadas com o vírus da hepatite B ou C. Isto é 10 vezes mais do que o número de pessoas infectadas com o vírus HIV/AIDS.As hepatites B e C matam 1,5 milhões de pessoas por ano. As hepatites A e E geralmente são transmitidas através de água e alimentos contaminados. Já as hepatites B, C e D são transmitidas através de sangue contaminado, ato sexual ou ao nascimento (contato do sangue contaminado da mãe com o feto).

Os sintomas mais comuns são: 
  • icterícia: trata-se de uma coloração amarelada da pele e dos olhos.
  • Mal-estar, cansaço ou fadiga.
  • Dor abdominal.
  • Falta de apetite.
  • Diarréia, náuseas ou vômitos.
  • Febre.
  • Dores de cabeça ou dor no corpo.
  • Pode haver urina de coloração escura (cor de coca-cola).
  • Fezes de coloração esbranquiçada (tipo massa de vidraceiro).
Os sintomas podem variar de acordo com o organismo de cada pessoa. Entretanto, algumas pessoas podem não ter sintomas.





Tratamento:
As hepatites A e E geralmente são limitadas, esperando-se que o organismo reaja sozinho contra a doença. Já as hepatites B, C e D são mais sérias e podem se tornar crônicas. Existem remédios para tratamento de hepatites crônicas.

Vacinação:
As vacinas existem apenas para as hepatites A e B."

 Manicures x Hepatite

Uma pesquisa que acaba de ser concluída em São Paulo dá o alerta. Salões de beleza são focos importantes de transmissão de hepatite. O perigo começa quando você entra no salão de beleza para fazer as unhas. Se as manicures não tomarem certos cuidados elas e o próprio cliente correm o risco de pegar a doença. Por que fazer as unhas pode representar algum risco? Uma dissertação de mestrado feita por uma enfermeira na Secretaria da Saúde do estado de São Paulo mostra que um perigo silencioso ronda as manicures dos salões de beleza - a hepatite, uma inflamação do fígado causada por um vírus. “As manicures geralmente cortam a cutícula e isso sangra. O sangue contém uma quantidade enorme de vírus. Então, uma gota de sangue pode favorecer a transmissão”, explica o Dr. Focaccia. O médico infectologista Roberto Focaccia é uma das maiores autoridades em hepatite no Brasil e orientador da pesquisa. Cem manicures em São Paulo foram entrevistadas e tiveram o sangue analisado. O resultado impressiona: 10% das entrevistadas tinham hepatite B ou C, as formas mais graves desta doença.
 
 
 
Por: Juliane Garcia
        Lilian Ramos Guimarães
        Soraya Maria Martines Siqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário